BLOG

Decoração infantil

Por inundaweb

Após a vinda de um filho, o foco e o centro das atenções passa a ser exclusivamente para ele. O mesmo se aplica à decoração do quarto e de outros ambientes destinados aos pequenos. Afinal, nos quartos, eles passam a maior parte do tempo, seja brincando, estudando, no computador, jogando video-game ou vendo tv.

O local deve ser confortável, aconchegante, seguro e reunir tudo o que eles gostam de ter por perto, como seus brinquedos.

Ou seja, o espaço infantil requer todo cuidado e capricho como as demais peças da casa. A tarefa é árdua, porém muito divertida! Vamos te dar algumas dicas do que há de interessante em relação à decoração infantil.

 

CORES, MUITAS CORES!

Pode-se dizer que um dos elementos mais importantes da decoração infantil são as cores. Elas traduzem a alegria, a inocência e até mesmo traços da personalidade que começa a despontar nos baixinhos. Cores quentes e vibrantes estão permitidas, sempre. Mas é importante definir uma paleta de cores equilibrada para garantir um resultado bonito e agradável. Você pode também, perguntar para a criança qual a sua cor favorita e que gostaria de ver predominar em seu cantinho. Para não ficar muito forte, mescle com branco, intercale as paredes.

SEGUNDA IMAGEM

 

As cores vivas, como citado acima, são bem vindas e podem ser combinadas com adesivos de parede, um jeito barato e bonito de compor a decoração. Os modelos são diversos e dão o toque divertido ao local. No entanto,  o uso apenas de pintura – plástica ou acrílica – torna o ambiente mais prático na composição com os móveis e outros complementos.

Quadros e molduras dão vida para os ambientes mais simples. A dica é deixar a complexidade de lado e apostar em quadros básicos e de ideias lúdicas.

TERCEIRA IMAGEM

A importante e eficiente escrivaninha deve ser um local bonito e agradável para os estudos. Coloque um belo porta-canetas, lápis colorido, desenhos para colorir e caderno. De preferência, instale o móvel próximo a uma janela para receber bastante iluminação natural.

As meninas geralmente inspiram mais detalhes do que os meninos. As cores também ajudam a identificar o ambiente como feminino ou masculino, mas nem sempre é preciso a antiga divisão de cores entre rosa (para as meninas) e azul (para os meninos).

Você pode optar para o branco e destacar o ambiente com objetos coloridos.

A questão dos móveis é muito importante. Além da beleza e da praticidade, a segurança é um aspecto sempre necessário. Na verdade, quartos de recém-nascidos não pedem esse tipo de precaução, obviamente. Mas isso dura pouco tempo; logo logo eles começam a andar, e sua altura geralmente corresponde a quinas de mesas, de cômodas e outros móveis, o que pode provocar alguns acidentes.

Quem já amamentou sabe que uma poltrona para a mamãe faz uma grande diferença. A poltrona de amamentação possui uma configuração que facilita a suportar o peso das crianças, que podem nascer com até quatro quilos. Facilita a vida de muita gente, não é?

QUARTA IMAGEM

Além das poltronas de amamentação, as mães também se beneficiam muito do trocador de fralda, um espaço que facilita muito na hora de trocar as fraldas e fazer a limpeza do bebê. Existem as versões avulsas, que parecem com uma tábua de passar roupas. Outros, podem ser acoplados à grade do berço e até trocadores de fralda fixos na parede, que podem ser fechados para economizar espaço.

Como as crianças estão muito expostas a todo o tipo de perigos da casa (quinas, pontas de móveis, etc.), a saída é optar por protetores de quinas, geralmente produzidos em borracha ou silicone, que você pode instalar e tirar a qualquer momento sem transtornos. Outra precaução é colocar protetores de tomadas para os dedinhos curiosos não se ferirem com choques elétricos. Cuidados básicos e importantíssimos: Remédios, materiais de limpeza e de higiene devem ficar de preferência fora do quarto das crianças. Mas o que estiver lá, deve ficar no alto, longe do alcance das crianças, dentro de portas trancadas, de preferência. Evite posicionar objetos pesados próximos às bordas dos móveis. Muito cuidado  com as tomadas. Tapetes devem ser evitados quando se tem crianças acima de dois anos, para evitar tropeços. Tapetes grandes podem ser usados se as bordas ficarem próximas às paredes, longe da área de circulação.

Quanto se trata da iluminação, para as crianças, é bacana uma iluminação indireta não tão agressiva aos olhos. Além de mais confortável, cria um clima gostoso. Vale citar que a iluminação natural também é superimportante.

QUINTA IMAGEM

No piso, laminados, revestimentos vinílicos ou cerâmicos.

E para finalizar, as cortinas deixam o ambiente mais aconchegante e gostoso, protegendo também da claridade e do vento. Procure uma que combine com a decoração e cor predominante do restante do espaço.

Notícias

Categorias