Tintas Alessi - A tinta que dura
Tintas Alessi
tarja1-1920x173

Tutorial do pintor

Dicionário de Pintura

ZDicionario

Para quem não está acostumado a alguns termos específicos do setor de tintas e pinturas, disponibilizamos aqui um dicionário com o significado deles. É só procurar – está tudo aqui!

ABNT: Sigla da Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Absorção: Capacidade de uma superfície absorver determinado produto.

Acabamento: Última demão de tinta aplicada num trabalho de pintura.

Acetinado: Acabamento com brilho entre semibrilho e fosco.

Acrílico: Polímero sintético em tintas e seladores à base de água.

Aderência: Poder que um produto possui de se fixar à superfície.

Adesão: Condição de uma tinta ou massa de permanecer fixa sobre a superfície depois de seca.

Aerossol: Recipiente contendo tinta pressurizada para pulverização. Geralmente esmaltes e vernizes são envasados em embalagens aerossol. O mesmo que spray.

Aglomerado (de madeira): Placas de fibras de madeira prensada.

Aguarrás: Essência de terebintina, que pode ser utilizada como solvente ou como diluente.

Air Less: Sistema por pressão, com pistola específica e recipiente, servindo e facilitando a aplicação em exteriores e interiores de tinta à base de água. Diminui a perda de produto durante a aplicação e permite a obtenção de camadas mais espessas.

Alastramento: Facilidade da tinta em se espalhar pela superfície, melhorando o acabamento.

Alcalinidade: Sistema que possui pH > 7 e poder para hidrolisar componentes sensíveis à mesma.

Algicida: Agente químico, normalmente presente em tintas ou selantes para exteriores, que evita o crescimento de algas na superfície onde é aplicado.

Alquídica: Resina sintética usada em tintas à base de óleo. É obtida pela reação de um óleo secante com um material resinoso duro.

Alvenaria: Construção feita com cimento, argamassa, pedras, tijolos e estuque.

Argamassa: Mistura de um aglutinante (cimento) com areia, cal e água. Usada no assentamento de alvenaria, tijolos, ladrilhos e no revestimento de parede.

Ataque alcalino: Condição que ocorre quando a alcalinidade da alvenaria fresca provoca a deterioração do ligante de uma tinta, como a perda de cor e a degradação do filme. Geralmente ocorre com tintas de látex vinílico ou com tintas a óleo aplicadas em superfícies de alvenaria com menos de um ano.

Bastão de espuma: Espuma extrudada geralmente colocada em juntas com profundidade acima de 12,5 mm para preencher o espaço antes de ser aplicado o selador. Possui aplicadores cujos diâmetros variam de 3 a 20 mm.

Biocida: Aditivo formulado para evitar que as bactérias deteriorem a tinta ou a massa durante a armazenagem ou para impedir o crescimento de fungos sobre a tinta aplicada.

Brilho: Grau de reflexão de uma tinta. Tintas foscas não têm brilho, ao contrário das tintas de alto brilho.

Broxa: Pincel grande e arredondado, de pelos ordinários, empregado em caiação e outros tipos de pintura mais rústica.

Caiação: Pintura feita com cal.

Calcinação: Deterioração da superfície de uma tinta em exteriores pela ação das intempéries, resultando numa superfície desbotada coberta de um pó esbranquiçado. A calcinação ocorre quando o ligante é degradado por condições ambientais adversas.

Conservante: Substância usada para impedir o crescimento de micro-organismos numa base orgânica. Também é um aditivo usado em tintas látex para impedir sua deterioração.

Consistência: Viscosidade ou facilidade de aplicação de uma tinta.

Corrosão: Reação entre o oxigênio do ar, a umidade e o metal. Quando essa reação ocorre com o ferro, é denominada ferrugem.

Craquelê: Rachadura do esmalte da porcelana, ou do verniz, ou da pintura a óleo, por contração ou dilatação do substrato, formando um entrelaçamento irregular de fendas muito finas.

Crateras: Mascas que aparecem no filme da tinta, geralmente quanto não se empregam aditivos ou sinais por má preparação da superfície.

Cura: Tempo final da secagem e formação do filme da tinta, onde ela atinge a sua dureza final e resistência às intempéries.

Demão: Unidade utilizada para identificar o número de camadas de tinta numa pintura.

Descamação: O destacamento da tinta, em escamas, de uma superfície, resultante da perda de adesão e integridade do filme. A descamação pode ser entre camadas ou até o substrato.

Durabilidade: Grau de resistência de uma tinta ou massa aos efeitos destrutivos do ambiente ao qual está exposta, especialmente intempéries. O termo também se refere à resistência à abrasão em tintas para interiores.

Eflorescência: Migração de sais da parte interna de um substrato para a superfície.

Elasticidade: Capacidade da tinta ou massa de expandir-se e contrair-se sem sofrer danos ou mudanças em seu aspecto. A expansão e a contração geralmente são causadas por variações de temperatura e umidade.

Emenda: Área na qual um revestimento de pintura encontra outro recém-pintado. Um bom trabalho de pintura não deixa que essa junção fique visível.

Empolamento: Formação de bolhas na película de tinta.

Emulsão: Mistura (geralmente leitosa) na qual um líquido é disperso (mas não dissolvido) em outro.

Espectofotômetro: Aparelho que lê e decodifica a cor de uma amostra e mede a absorção/reflexão de uma radiação.

Facilidade de aplicação: Características de uma tinta ou massa que facilitam a sua aplicação, como ausência de respingos, bom nivelamento e bom tempo de abertura.

Flexibilidade: Grau em que um revestimento ou selador pode se conformar ao movimento do substrato, após a secagem, sem apresentar defeitos.

Fundo: A primeira camada de tinta aplicada num sistema de pintura. Muitos fundos são desenvolvidos para proporcionar uma adesão adequada entre a superfície e as camadas seguintes. A maioria dos fundos contém algum pigmento, alguns dão uniformidade ao acabamento, alguns impedem a corrosão do substrato e alguns impedem o desbotamento do acabamento.

Fundo selador: Tipo de fundo que elimina ou reduz a penetração da camada superior no substrato.

Fungicida: Produto químico adicionado a tintas e seladores, que impede o crescimento de fungos sobre a superfície pintada.

Fungo ou mofo ou bolor: Formação orgânica preta ou acinzentada que pode aparecer na superfície de uma tinta ou selador, principalmente em áreas úmidas.

Galvanização: processo pelo qual a peça metálica recebe uma camada de zinco ou outro metal, que a torna mais resistente à corrosão.

Gesso: Sulfato de cálcio natural usado como carga em tintas e na fabricação de placas.

Goma laca: Resina de cor alaranjada, solúvel em álcool, usada como selador e acabamento para pisos e fundos à base de álcool.

Grana: Unidade utilizada para identificar a textura das lixas.

Impermeabilizante: Substância que não se deixa atravessar por fluidos, especialmente pela água. Utilizado para impedir que a umidade do substrato atinja a superfície.
Inibidor de corrosão: Material usado para prevenir a oxidação (corrosão ou ferrugem) de metais. Pode ser um revestimento aplicado sobre a superfície, um fundo, aditivo ou pigmento.

Intempéries: Ações promovidas pelo tempo (chuva, sol, vento, maresia etc.) que provocam deterioração das películas de tinta.

ISO: sigla para International Organization for Standardization, ou Organização Internacional de Normatização.

Junta: Intervalo ou espaço entre dois materiais de construção que se encontram. Ex.: dois azulejos, ou uma banheira e a parede do banheiro.

Laca: Revestimento à base de material termoplástico sintético dissolvido em solvente orgânico. Seca pela evaporação do solvente.

Látex: Dispersão fina de resina sólida em meio aquoso. Também usado para descrever tintas diluídas com água.

Lavabilidade: A capacidade de uma tinta resistir à limpeza com agentes químicos de uso doméstico.

Ligante: Nas tintas e seladores, é o componente que une as partículas de pigmento, formando um filme uniforme, contínuo e favorecendo sua adesão ao substrato. A natureza e a quantidade do ligante determinam a maioria das propriedades de desempenho das tintas (lavabilidade, resistência, adesão, retenção de cor e durabilidade) e dos seladores (durabilidade, adesão e flexibilidade em baixas temperaturas).

Livre de aderência: Estágio na secagem de uma tinta no qual esta não é mais pegajosa.

Lixamento: Acabamento usado em paredes ou superfícies texturizadas. Também é utilizado na preparação de superfície a ser pintada ou envernizada.

Massa: Termo genérico para compostos destinados a preencher trincas, emendas e juntas. Depois de seca, pode ser lixada e pintada. A massa não resiste a muita movimentação no substrato.

Massa corrida: Massa muito maleável usada para formar uma superfície contínua entre duas peças ou para reparar furos, rachaduras ou outros defeitos. Depois de aplicada é lixada, antes de receber uma camada de pintura.

Massa de enchimento: Material espesso usado para nivelar superfícies de alvenaria muito ásperas. É geralmente aplicado com pincel e depois pintado.

Microbicida: Aditivo utilizado para combater e prevenir a formação e proliferação de fungos, mofo ou bactérias em uma pintura, preservando o produto na embalagem.

Não volátil: Componente sólido de uma tinta, constituído de ligante e pigmento. É a parte da tinta que permanece sobre a superfície depois da secagem.

Nivelamento: Capacidade de uma tinta de formar um filme uniforme, sem marcas de pincel. Tintas látex de alta qualidade geralmente têm nivelamento superior.

Opacidade: Capacidade de impedir a passagem da luz. Uma tinta com alta opacidade encobre completamente o substrato.

Oxidação: Reação química ao oxigênio. Por exemplo, a secagem de óleos em tintas à base de óleo ou o enferrujamento de ferro ou aço.

Permeável: Que permite a passagem do vapor de água sem danos.

Pigmentos: Partículas sólidas, totalmente insolúveis no veículo, utilizadas para conferir cor, cobertura e poder de enchimento na formulação de tintas e complementos.

Pintabilidade: Facilidade de aplicação. A tinta deve espalhar-se com facilidade, sem resistir ao deslizamento do pincel ou rolo.

Poder de cobertura: Capacidade da tinta de encobrir uma superfície sobre a qual foi aplicada. O poder de cobertura vem do pigmento da tinta e depende da espessura da camada e do nivelamento.

Polímero: Material semelhante ao plástico e produzido a partir de monômeros, que por sua vez foram obtidos de álcool e produtos petroquímicos. Alguns polímeros são usados como tinta látex e ligantes de seladores. As partículas de polímero do ligante são pequenas e suspensas em água. A mistura dessas partículas e água é conhecida por emulsão ou látex.

Pulverização: Método de aplicação no qual a tinta é aplicada sob pressão. Tipos específicos de equipamento de pulverização são: aerossol, air less e ar comprimido.

PVA: Sigla em inglês para Acetato de Polivinil. Ligante usado em tintas à base de água.

PVC: Sigla em inglês para Concentração de Pigmento por Volume. Relação do volume de pigmento com o volume total de material não volátil (pigmento mais ligante). O valor geralmente é expresso em porcentagem. Valores mais altos (40 a 75%) estão associados a tintas foscas e mais baixos (10 a 25%) a tintas brilhantes e semibrilhantes.

Rachadura: Formação de trincas numa película seca de tinta ou verniz, geralmente resultado de envelhecimento ou de movimentos do substrato.

Reboco: Argamassa de cal, cimento e areia, que se aplica em uma parede embocada, a fim de prepará-la para o revestimento.

Removedor: Preparado geralmente líquido para tirar manchas do assoalho, de roupas etc. ou remover verniz, esmalte ou tinta de uma superfície.

Rendimento: Grau de cobertura, geralmente expresso em m²/litro. O rendimento real varia com o método de aplicação, porosidade do substrato, natureza da tinta e outros.

Repelentes de água: Acabamentos incolores para exteriores, especialmente formulados para fazer com que a água forme gotículas sobre a superfície, reduzindo a sua penetração no substrato.

Resina: Material natural ou sintético utilizado como ligante numa tinta ou selador. O termo é usado geralmente para ligantes de tintas à base de óleo ou látex, como resina alquídica ou resina acrílica.

Resistência à abrasão: Capacidade de uma tinta resistir quando esfregada com escova, esponja ou pano e sabão abrasivo.

Retenção de brilho: Capacidade de uma tinta conservar o brilho. Aplica-se geralmente em tintas para exteriores.

Retoque: Aplicação de tinta em pequenas áreas para corrigir falhas, marcas, arranhões ou locais em que a cobertura foi deteriorada, para restaurar o acabamento.

Revestimento: Tinta, corante, verniz, laca ou outro acabamento que proporciona uma camada protetora e/ou decorativa.

Rolo: Cilindro sustentado por duas hastes que se ligam a um cabo usado para pintura principalmente de parede. O cilindro é revestido de espuma ou lã de carneiro.

Sangramento: Migração de material do substrato, provocando manchas da tinta. Ocorre quando o tanino que se encontra em certos tipos de madeira (como cedro) atravessa o filme e mancha a tinta.

Saponificação: Reação que ocorre entre uma superfície com alcalinidade alta e a umidade, afetando o filme da tinta à base de resina alquídica.

Secagem: Quando ocorre a formação de película da tinta. Não deve ser tão rápida nem tão lenta. Deve permitir o espalhamento e os repasses uniformes.

Seco ao toque: Estágio da secagem no qual o filme já endureceu o suficiente para poder ser tocado levemente sem aderência da tinta ao dedo.

Selador: Revestimento líquido que sela madeira, gesso etc. e impede a absorção da tinta ou do verniz. Os seladores podem ser transparentes e também funcionar como fundos.

Solúvel em água: Capacidade de uma tinta diluir-se em água ou em uma mistura de água e solvente.

Solvente: líquido volátil cujas principais funções são facilitar a formulação, conferir viscosidade adequada para aplicação da tinta e contribuir para o nivelamento e secagem.

Taxa de cobertura: Relação entre volume de tinta e área coberta. Geralmente vem indicada na embalagem e depende da forma de aplicação, da porosidade do substrato e do tipo de cobertura.

Tempo de secagem: Intervalo de tempo entre a aplicação da tinta e sua completa secagem.

Terebintina: Um óleo destilado do pinheiro, incolor e volátil. Antigamente usado como solvente para limpeza, foi substituído por solventes à base de álcool.

Textura: Superfície ou acabamento com massa que resulta em relevos. Tipo de superfície.

Thinner: Líquido que, junto com o ligante, forma o veículo da tinta.

Tinta à base de água: Tinta fabricada com látex acrílico, vinílico ou de outros tipos e solúvel em água. Seca mais rapidamente que tintas a óleo, possui pouco odor, alguma permeabilidade ao vapor de água e é fácil de limpar.

Tinta à base de óleo (ou tinta a óleo): Tinta feita com um óleo secante, como linhaça ou soja, como ligante e aguarrás como solvente. Geralmente forma filme duro, mas demora mais para secar do que a tinta látex.

Tinta fosca: Tinta com pouco ou nenhum brilho. Usada principalmente em paredes interiores, forros e áreas de paredes externas.

Tinta látex: Tinta à base de água feita com um ligante sintético, como acrílico, vinil acrílico, terpolímero vinílico ou estireno acrílico. Seca rapidamente e é fácil de limpar com água.

Verniz marítimo: Verniz exterior com boa resistência à água e às intempéries. O nome deriva de seu uso original em navios.

Viscosidade: Grau de fluidez de uma tinta.

VOC: Componente orgânico volátil. Qualquer composto de carbono que evapora sob condições-padrão de teste. Essencialmente, todos os solventes de tintas, exceto água, são classificados como VOCs. Algumas agências governamentais estão começando a limitar a quantidade de VOCs permitida nas tintas por causa de seus efeitos sobre o meio ambiente e a saúde.